Os edifícios e o Minhocão

Em janeiro de 1971, São Paulo inaugurou o elevado de 3,4 km que sufoca a av. General Olímpio da Silveira, a praça Marechal Deodoro, parte da av. São João e a rua Amaral Gurgel no centro de São Paulo, o famigerado Minhocão. Foi um movimento importante na deterioração da região central.   No início, o tráfego…

Read More

Permanências na paisagem urbana

A fotografia do centro histórico de São Paulo, reproduzida no cartão postal abaixo, mostra três edifícios da Praça Antônio Prado: o Altino Arantes – atual Farol Santander (1939, Plínio Botelho do Amaral) que fecha o eixo da avenida São João, ladeado, para quem olha, à esquerda pelo edifício do Banco do Brasil (1954, Serviço de…

Read More

O edifício Marina Mendes Margarido, localizado na avenida Angélica n. 172, abre o roteiro das 211 obras modernas da cidade de São Paulo selecionadas pelos arquitetos Alberto Xavier, Carlos Lemos e Eduardo Corona (Arquitetura Moderna Paulistana. São Paulo: Pini,1983). O edifício, construído para renda de aluguéis, foi projetado por Júlio de Abreu Jr. (nascido em…

Read More

Campos Eliseos e a Porto Seguro

A lenda urbana que vigora hoje é de que enormes casarões micaram no bairro de Campos Elíseos, uma vez que a “elite” cafeeira o preteriu a favor de Higienópolis. Talvez não fosse bem assim e, na pequena São Paulo de então, grandes mansões convivessem com casas de renda e sobrados modestos sem maiores problemas. O…

Read More

O espaço vazio junto à Igreja da Consolação em São Paulo foi batizado de Praça Roosevelt em 1945, conforme notícia na página 2 do Estado de São Paulo de 25/10/1945: No século 19, o terreno da praça Roosevelt fazia parte de uma chácara que Dona Veridiana e Martinho Prado possuíam ali e cuja sede era…

Read More

No bairro da Liberdade a ligação expressa Leste-Oeste (1968-1971) dragou o próprio chão. Foi cavada uma trincheira entre o vale da avenida Vinte e Três de Maio e o vale do Tamanduateí (parque Dom Pedro II). Essa trincheira acabou com parte do tecido urbano e tudo que havia ali – casas, ruas passeios. Acabou com…

Read More

A divisão do Bexiga

Muito se fala do Minhocão, com a disputa em curso entre defensores do seu desmonte e aqueles que defendem a manutenção da estrutura e criação do “parque” Minhocão, solução que não dá resposta para a baixa qualidade urbana da área sob o elevado.  Muito pouco se fala da continuação do Minhocão em direção ao Leste, especialmente…

Read More

Maio 2017 Foto FMM O tratamento da rua Avanhandava – entre as ruas Martins Fontes e Martinho Prado –  contrasta fortemente com a cidade ao redor. Uma reforma naquele trecho trocou todo o calçamento, enterrou os fios e ampliou as calçadas. O nível da rua foi erguido, de forma a forçar os motoristas a uma redução de velocidade. A reforma foi fruto de uma parceria entre…

Read More

Trecho do mapeamento 1954 Vasp Cruzeiro: em azul, a antiga loja de departamentos Clipper, em vermelho o traçado do Minhocão Para sair do eixo da avenida São João (em amarelo no mapa) e coincidir com a Amaral Gurgel, o traçado do Minhocão procedeu a um literal arrasa-quarteirão. A loja da Clipper, na época instalada no Largo Santa…

Read More